Posts

LANCHES ESCOLARES: O QUE MANDAR?

Montar um cardápio escolar saudável unindo a praticidade com a qualidade nutricional parece ser uma tarefa difícil para alguns pais, pois quando se encontra a fórmula correta muitas vezes é complicado fazer a adesão dos pequeninos. O prático muitas vezes não costuma ser o mais saudável, e o mais saudável nem sempre é o que nossos filhos desejam levar de lanche, mas não podemos desistir, seguem dicas para ajudar a montagem dos lanches.

– É importante sempre negociar com seu filho um dia da “porcaria”, isso facilita ele aceitar o lanche nos outros dias;

– Evite a monotonia nos lanches, procure alternar cores e sabores;

– Procure sempre colocar uma fruta na lancheira, mas sempre dê a chance da criança escolher que fruta gostaria de levar;

– Cuidado com os lanches perecíveis, tais como queijos, iogurtes, frios, etc., certifique-se que na escola tem algum refrigerador disponível para o armazenamento, antes de oferecer como opção;

– É importante uma fonte de carboidrato que são responsáveis pela energia, pães integrais, barras de cereais, bolachas;

– Orientar sempre a criança que se for comprar o lanche da escola, optar sempre pelos salgados assados em detrimento aos fritos;

– Se optar por colocar biscoitos, evite colocar o pacote inteiro, coloque porções, isso evita com que eles cometam excessos;

– Sempre coloquem uma garrafinha de água na mochila da criança, eles têm a tendência de esquecer-se de beber água;

Com uma boa alimentação seu filho terá um crescimento saudável e estará prevenindo as doenças na vida adulta.

Sugestões:

Opção a: 3 bisnaguinhas integrais com geléia de morango, 1 caixinha de achocolatado e 1 maça.
Opção b: 5 cookies integrais, 1 caixinha de suco de soja com sabor de fruta e 1 banana.
Opção c: 3 torradas integrais com geléia de uva, 1 caixinha de vitamina de leite e 1 pêra.
Opção d: 1 barra de cereais, 1 caixinha de suco de soja com sabor de fruta e 1 goiaba.
Opção e: 1 lanche de pão integral com queijo processado que não precisa de refrigeração e suco de fruta de caixinha.

VOLTA ÀS AULAS

As aulas voltaram e com elas a mesma dificuldade em montar uma lancheira saudável para os filhos consumirem na hora do intervalo.
É sempre uma odisséia para os pais que ao mesmo tempo sabem que precisam variar o cardápio, alternando os alimentos para que os filhos não enjoem, eles se deparam com o paladar muitas vezes prejudicado pelo próprio mau hábito dos filhos em não consumirem alimentos mais saudáveis.
O ideal é optar sempre por alimentos naturais, apesar de que nem sempre podemos transportar e confiar que esse “alimento natural” irá ser consumido dentro dos padrões que garantem a sua integridade, como por exemplo: os produtos lácteos que necessitam de refrigeração.
Também vale a pena prestar atenção na quantidade de alimentos, considerando que o intervalo entre o café da manhã e o almoço é curto, portanto não há a necessidade de exagerar nas porções, coloque apenas o suficiente para atender à fome, pois é interessante que os mesmos cheguem com apetite para a refeição maior.
Para facilitar a escolha, vamos tentar manter o equilíbrio e agrupar pelo menos um alimento de cada grupo alimentar:
 1 porção de carboidrato – que são alimentos energéticos. Ex: pães integrais, bisnaguinhas ou similares, bolo caseiro de massa integral sem recheio e cobertura (uma dica é fazer com farinha de trigo integral. É só trocar em qualquer receita, metade da farinha de trigo por farinha de trigo integral – fica ótimo!), biscoitos integrais ou caseiros ou barra de cereais.
 1 porção de proteína – que são os alimentos construtores. Ex: queijo branco, polenguinho light, requeijão light, cream cheese light, peito de peru, leite, leite fermentado, iogurte natural ou ricota;
 1 porção de reguladores – são alimentos de origem vegetal que fornecem ao organismo vitaminas e minerais que regulam o seu funcionamento. Ex: sucos naturais, frutas (banana, maçã, pêra, morangos, mamão, uva sem caroço, etc), água de coco, cenoura baby.

Pronto, espero ter ajudado!!

Fote: vic e vick